sábado, 1 de novembro de 2008

Reticências

Do que era uma mão,
Hoje não há nem sujeiras nas unhas...
Engraçado, sinto mil sentimentos em mim
Todos bons e todos esperados,
Menos um sentimento;
De significado forte expressa em apenas quatro letras...
Ódio não, mas é tão triste e repulsivo a algo que já considerei único.

Mas... depois que passa a gente ri!
Quando lembra e se lembrar,
A gente refaz a história, na cabeça...
Em um mês, tudo está a 180°
E em pensar que vivi anos em 360...

Quantas reticências já escrevi, senti e pensei
Tantas vezes os três pontinhos me vestiram
E neste texto tão recente,
Há algumas como esta ...

E se perguntarem de mim,
E se o acaso tiver uma resposta, saiba:
Fui ser Feliz e já volto.
(Reticências...)


Jordana Braz

Um comentário:

30 e poucos anos. disse...

adorei seu poema meu amigo ... fui ser feliz e ja volto ... preciso dar esta resposta para algumas pessoas....!!!!