sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Jazz mais Blues

Já me decepcionei tanto que cada pessoa que passo a conhecer, não crio expectativas boas. É triste mas é a verdade. Uma atenção cordial, uma gentileza que me faz tão bem, fazia aliás, é motivo para desconfiança: " Não, não existe gentileza que dure uma vida toda". Nada dura uma vida, visão pessimista que a idade traz. Visão real da vida que é tão minha. Decepção que traz mais decepção não só com as pessoas que não sou, mas com a pessoa que sou. Ora, como quero que o mundo seja gentil e confiável comigo se eu mesma não sou fiel á mim? Trago nas lembranças uma navalha que sempre que começo a recordar, me corta, me rasga. "Não deveria ter feito nada daquilo", a navalha que me corta é a culpa. Meu estado de espírito soa jazz mais blues, com gosto de vodka e na forma de cinzeiro para um cigarro que nunca acendi. Ora, como quero outro estado de espírito sendo que o hábito faz a natureza? Minha natureza tem como hábito o abandono e mesmo que um dia o hábito seja a adoção, o primeiro que adotarei será aquele que sempre deixei de lado, eu.







Jordana Braz

6 comentários:

Aline Fernandes disse...

Gostei muito do seus textos. Indentificação com esse texto principalmente na parte: "Trago nas lembranças uma navalha que sempre que começo a recordar, me corta, me rasga.". Parabéns, continuarei lendo sempre :]

Rosa Canela disse...

Oi Jordana ..nossa muito tempo sem passar por aqui, mais finalmente voltei e lógico apaixonada pelos seus escritos, como sempre!

Escrevi sobre Expectativas lá no meu Jardim e o seu texto me fez refletir ainda masi sobre o assunto..

Espero que vc esteja bem ..ótima semana

Rosa Canela

Jão disse...

Gostei do texto...um pouco desesperançado, mais muito bom...

vou seguir lendo aki...
parabens

abraços!!!

Vicky Guarino disse...

nossa mig que profundo..
esse negócio das expectativas e decepções.. então eu era assim tbm
e não sei qual foi a reviravolta que deu, mas hj estou tão bem.. hihi, espero que isso sirva como modo de esperaça pra voce :D
beijoss

jumuniz disse...

Cheguei no seu blog graças as comunidades.
Você escreve lindamente bem. Fiquei "noooossa" em varios trechos. Fiquei com vontade de ler todos.
Identifiquei principalmente aqui:
"Minha natureza tem como hábito o abandono e mesmo que um dia o hábito seja a adoção, o primeiro que adotarei será aquele que sempre deixei de lado, eu."
Eu tb me decepciono muito com as pessoas. sempre tento ser gentil e a maioria acha que é algum interesse.
bjo

Skin disse...

Sempre acompanho seu blog, leio texto por texto, viro minha madrugada aqui lendo, cada texto que mexe com a cabeça da gente, faz a gente pensar tanta coisa, desculpe não ter colocado os créditos, estava com a cabeça na lua, pois já coloquei, desculpe-me mesmo. E não está só ali, também está no meu perfil do orkut, e com créditos rs.
Espero que esteja bem, e obrigado por te me lembrado de colocar os créditos, tenha uma ótima quinta-feira flor.