domingo, 18 de janeiro de 2009

Poema da vida

Para uma porta que se abre,
Eu não sei para que quarto ela tranca.
Engraçado... eu mesma a abri...
Quantos rumos eu terei?
Quantas casas eu me escondi?
Não sei e não vi...

Olhar nos olhos é costume novo,
Pois o medo que me cegava e que de tão pesado, me curvava,
Foi se embora com a juventude que corre e não pára...
É a mesma juventude que serve de porto seguro para as falhas.
É a mesma que me guarda imaculada.

Isso é um desafio chamado crescimento:
O que era exato, teve que ser refeito
E o refeito nunca é estável...
E eu o farei quanto for necessário
Pois para mim, isso é viver.

Jordana Braz

9 comentários:

Nathália Monte disse...

aii q liindo *_*..realmente crescer da um trabalho..adoro teus poemas!!
beijO

Nathália Monte disse...

sou rapida mermoo kkkkk e somos duas!! nau tem coisa melhor q ser solteira!!kkk

beiijO jordanaa :)

drivin me wild disse...

Existir qualquer um existe, mas felicidade é para poucos! haha

Obrigada Jordana por passar aqui no meu blog! Eu realmente adoro todos os seus poemas, são lindos, apesar de ser bem diferente de mim! haha

Queria saber se tu tem msn?

Beijos, Carol.

Byers disse...

Oie !

Pois eh vc perdeu a sua avó na mesma época que a minhe então...puxa vida!

Mudando de assunto, esse poema ficou muito F*** desculpe a expressão.Mas este fico muito bom mesmo.Vo ate guardar uns versos pra mim em um bloco de notas rs.

Eh, eu so o "homem dos blogs" rs, eu tenho uma mania de deixar tudo separado, poderia fazer um que fosse uma salada..mas não seria eu!

Os objetos refletem o dono, ja diria o meu avô...em falar em avós neh!

Abraços.

Strike... The Son of Fury... disse...

Vida: uma sintax imperfeita, degenerativa, podre, ninfatica, vulgar e deprimente... porem os sobrevivente sempre seram vitoriosos...

Rosa Canela disse...

Pasando pra matar a saudade..querida...lindo como sempre cada palavra sua ..

Beijos

Saudades

Rosa Canela

Aislin Nahimana disse...

Belos poemas encontrei aqui!

bjosss!!!

http://aislinnahimana.blogger.com.br

♫Pri disse...

"Isso é um desafio chamado crescimento:
O que era exato, teve que ser refeito
E o refeito nunca é estável...
E eu o farei quanto for necessário
Pois para mim, isso é viver."


Amei!♥

Obrigada pela passadinha lá meu meu blog.
A minha prosa tem a ver com a sua poesia.

Mil beijos querida.

carolina abdalla disse...

não só existir, viver com a compania da felicidade e todas as coisas que nos trazem ela. adorei :D. beeeeeijos!